+ FOCO + RESULTADOS

Se você não fizer MENOS coisas agora, irá se odiar depois por não atingir seus objetivos

MARCIO CONTRERAS
Escrito por MARCIO CONTRERAS em setembro 6, 2021
Se você não fizer MENOS coisas agora, irá se odiar depois por não atingir seus objetivos
Junte-se a mais de 12.215 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Você já se imaginou chegando no final da sua vida e não tendo realizado os grandes sonhos que você poderia e desejava ter realizado?

Infelizmente isso vai acontecer com muita gente, mas eu quero te ajudar a não ser uma delas, neste artigo vou te falar o caminho para conseguir fazer o seu POTENCIAL acontecer e você alcançar  seus desejados objetivos.

Para isso você precisa fazer Menos coisas, já te explico nos detalhes esta lógica utilizada pelos grandes realizadores.

Quer saber como? Então continue lendo esse artigo…

A Culpa não é preguiça ou falta de trabalho

A culpa por muita gente não chegar em seus objetivos não é a falta de trabalho ou preguiça, não, muito pelo contrário é um excesso de trabalho, mas feito erroneamente.


A culpa deste resultado desastroso é a falta de conhecimento, de não aprendermos a diferença entre trabalhar muito e ser produtivo, a diferença em fazer muitas coisas e fazer a coisa certa.

Como solucionar isso?

Como sermos mais produtivos fazendo MENOS coisas?

Primeiro vamos entender as diferenças de tipos de trabalho.

Segundo o especialista em foco e produtividade, Cal Newport  (professor de Ciência da Computação na Universidade de Georgetown e Ph.D. pelo Massachusetts Institute of Technology, criador do método Deep Work e autor de 6 livros que tratam acerca do impacto das tecnologias no mundo do trabalho), existem dois tipos de trabalho:

Deep Work (trabalho profundo) e Shallow Work (trabalho raso)

1 – O trabalho profundo é um trabalho altamente focado, sem distrações e que por estar ligado diretamente aos objetivos traçados, trará resultado direto para a construção dos resultados.

2 – O trabalho raso é um trabalho, como o próprio nome diz, que não é tão focado, geralmente é uma demanda, como emails, whatsapps, que parecem ser urgentes, mas que não te levam mais próximos do seu objetivo.

A maioria da pessoa vive na zona do trabalho raso, resolvendo demandas externas, que até são trabalhos urgentes, dão a ilusão de que são relevantes mas não estão diretamente ligados com os seus objetivos.

Você pode até dizer, mas eu tenho que responder os emails e whatsapps que eu recebo, preciso responder as demandas que chegam à mim.

A questão, é que sim, você deve dedicar um tempo para fazer o trabalho raso, responder demandas, responder emails, porém não pode ficar apenas fazendo isso.

Você não pode ficar apenas apagando incêndio, nem bombeiro apaga incêndio o dia inteiro.

Os grandes realizadores, líderes que constroem seus resultados, sabem a arte de alocar tempo para trabalho profundo e também dedicar um tempo LIMITADO para o trabalho importante mas raso.

Nada é menos produtivo do que tornar eficiente algo que nem deveria ser feito. – Peter Drucker

O segredo é justamente definir em seu dia, o tempo e esforço que você irá investir no trabalho profundo e assim construir seus objetivos, e neste tempo você realmente realizar o que tem que ser feito, com toda sua energia, foco e criatividade. 

E você? Acredita que é possível realizar MAIS fazendo MENOS? Comenta abaixo 

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.