O QUE SÃO OS CHAKRAS?

A palavra “Chakra” vem do Sânscrito e significa “roda de luz”. Os Chakras são centros de energia, que representam os diferentes aspectos da natureza sutil do ser humano.

Estes centros de energia tem sua estrutura baseada nos quatro elementos da natureza; o Fogo, a Terra, a Água e o Ar.

A função principal dos chakras é fazer a ligação entre o corpo físico e o corpo sutil, eles são órgãos sensoriais que integram a aura humana ao Sistema Nervoso Central.

Esta integração tem como objetivo transportar informações do corpo para a memória  – que na Alquimia é a aura ou alma humana –  e da memória para o corpo.

OS 7 CHAKRAS PRINCIPAIS

Existem 7 Chakras principais que se projetam desde a base da coluna vertebral até o alto da cabeça. São eles o Chakra Básico, Esplênico, Plexo Solar/Umbilical, Cardíaco, Laríngeo, Frontal e Coronário. .

Os Chakras e a natureza humana

Cada Chakra corresponde a funções específicas e se relacionam com o nosso corpo, mente, emoção e espírito.

O seu bem-estar está intimamente ligado a harmonização dos chakras.

Como por exemplo, quando um Miasma, nome dado pelos Alquimistas para um parasita gerado por qualquer forma de desequilíbrio, está impregnando os elementos nos Chakras. Eles geram vícios de comportamento, como manias e hábitos negativos que afetam a sua vida.

Vamos entender o funcionamento de cada Chakra

  1. Chakra Básico

A sua função é a sobrevivência, que inclui a própria segurança e as necessidades físicas básicas, tais como comer, beber e dormir, além do sexo e do abrigo.

Quando está em desequilíbrio, pode gerar insegurança, falta de “gana”, atitudes mais violentas, ganância ou fúria. A pessoa ainda apresenta uma demasiada preocupação com a própria sobrevivência, tensão, o “viver para ter”.

2. Chakra Esplênico

Tem ligação com a criatividade e a vitalidade. As funções principais do Chakra Sacro são sexualidade, vitalidade e criatividade. Ele corresponde à nossa autoestima, à energia sexual e à expressão do “eu” através da sexualidade e/ou criatividade. É no centro energético do bem-estar físico, do prazer e da realização que se percebem as mágoas, sentimentos de culpa e medo (pecado).

Quando este Chakra está em desequilíbrio pode gerar dificuldades sexuais, ausência de objetivos, sentimento de impotência, confusão, ciúme, inveja ou desejo de possuir. Impacta diretamente no desejo e na vontade de viver, alcançar outros patamares, enfrentar desafios e viver o presente.

3) Chakra Plexo Solar/Umbilical

Quando este Chakra está em desequilíbrio pode gerar dificuldades sexuais, ausência de objetivos, sentimento de impotência, confusão, ciúme, inveja ou desejo de possuir. Impacta diretamente no desejo e na vontade de viver, alcançar outros patamares, enfrentar desafios e viver o presente.

É onde “mora” o ego de cada um, representa a força do indivíduo. Sua funções primordiais são o poder e a vontade. Também mostra como está nossa digestão (de situações), nossos humores e controle.

Quando o Plexo Solar está com excesso energético pode gerar egoísmo, egocentrismo, fúria, medo, ódio e dificuldade em assimilar/digerir. E quando está com baixa energia, a pessoa fica apática, sem força de vontade e insatisfeita.

4) Chakra Cardíaco


Quando o Plexo Solar está com excesso energético pode gerar egoísmo, egocentrismo, fúria, medo, ódio e dificuldade em assimilar/digerir. E quando está com baixa energia, a pessoa fica apática, sem força de vontade e insatisfeita.

Simboliza o centro das emoções. Esse chakra é o centro do amor e sabedoria nas relações emocionais. Gera estabilidade e confiança, além de trabalhar as manifestações reprimidas e as feridas emocionais.

Quando o Chakra Cardíaco se mostra em desequilíbrio, pode gerar repressão do amor, instabilidade emocional, sensação de opressão e/ou peso no peito.

5)Chakra Laríngeo

Tem ligação com a maneira que cada um se expressa. A função principal desse chakra é o se expressar. Por isso, a autoexpressão e a comunicação são as palavras-chaves dele. Ajuda a relacionar e exteriorizar o que sentimos e o que pensamos.

Percebemos que o Chakra Laríngeo está em desequilíbrio quando apresentamos problemas na comunicação – geralmente a falta dela – o uso insensato do conhecimento e a falta de discernimento. Nesse caso, a pessoa pode falar demais ou dizer bobagens por querer esconder o que sente. Num outro extremo, pode tender a falar pouco e “engolir sapos”.

6) Chakra Frontal

Representa a mente e a intuição. A função dupla desse chakra faz com que ele seja um dos mais difíceis de manter o equilíbrio, pois o excesso de uma característica leva à falta da outra.

Quando em desequilíbrio, pode desencadear falta de concentração, medo, cinismo, tensão, pesadelos, e excesso ou falta de sono. Também é recorrente ter um acúmulo de pensamentos.

7) Chakra Coronário

Representa nossa ligação com o Alto, a Energia Superior, o Universo. A sua função principal é evoluir, ascender e se aprimorar como ser humano.

Percebemos o Chakra Coronário em desequilíbrio quando apresentamos falta de inspiração, confusão, tristeza relacionada à falta de esperança, alienação ou hesitação em servir ao bem comum.

SEU CHAKRA ESTÁ EM DESEQUILÍBRIO?

Conhecer os Chakras pode ser proveitoso, pois ajuda a buscar o equilíbrio e desafia as pessoas a se autossuperarem. Para que isso aconteça, é preciso investigar qual Chakra encontra-se em desequilíbrio, ou seja, com excesso ou falta de energia. A partir do momento que enxergamos o negativo e a crise como parte de um processo, iniciamos um movimento de autoaperfeiçoamento, que representa um impulso para o movimento, o crescimento, o aprendizado e a evolução.

A maneira ideal de saber como estão nossos Chakras é através do autoconhecimento. Mas como as vezes a autoanálise é difícil, temos algumas ferramentas que nos ajudam a perceber esses desequilíbrios. A análise de um Alquimísta experiente ou a medição dos chakras com um pêndulo é uma das principais formas de mapear se há algum desequilíbrio.

É importante entender que os “opostos”, como o excesso e a falta energética, completam-se. Isso significa que eles funcionam como sinalizadores, mostrando onde não estamos sendo verdadeiros conosco e em que aspecto poderemos melhorar.

Assim como entender o desequilibrio é muito importante, saber como equilibrar e ativar cada um dos Chakras é mais importante ainda.

Na Alquimia existem várias ferramentas que podem ajuda-lo(a) neste propósito, sejam através de florais, meditação,pedras e cristais.

Equilibre sua vida

Como você se auto avalia em relação ao que viu acima?

Como está o equilibrio dos seus chakras e consequentemente da sua vida?

Quer saber mais, entre em contato para saber como a Alquimia pode ajudar você a ir mais longe!

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO 

Espero que você tenha gostado de aprender sobre este tema, tanto quanto eu gostei de escreve-lo para você.

Dicas Alquímicas

  • Onde houver ódio, leve o amor.
  • Onde houver ofensa, leve o perdão.
  • Onde houver discórdia,  leve a união.
  • Onde houver dúvidas,  leve a fé.
  • Onde houver erro, leve a verdade.
  • Onde houver desespero,  leve a esperança.
  • Onde houver tristeza, leve a alegria.
  • Onde houver trevas,  leve a luz.

Inscreva-se no site e receba dicas e ferramentas práticas para sua manifestar sua plenitude, prosperidade e verdade.


Leave a Reply

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.