+ Energia +Qualidade de Vida

A surpreendente verdade que nunca contaram a você sobre a causa da Procrastinação (e como mudar este sofrimento)

MARCIO CONTRERAS
Escrito por MARCIO CONTRERAS em setembro 12, 2021
A surpreendente verdade que nunca contaram a você sobre a causa da Procrastinação (e como mudar este sofrimento)
Junte-se a mais de 12.215 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Mais uma sexta feira, chega a noite e você começa ficar relaxado pensando no final de semana.

Mas algo incomoda lá no fundo do seu coração, você sabe que não conseguiu fazer nem metade do que tinha planejado para a semana, mas não quer nem pensar nisso…

quer apenas entrar na anestesia do final de semana e pensar nisso apenas na segunda-feira.

Quem nunca passou por isso?

Um dos piores vilões da nossa produtividade chama-se procrastinação, ou a “arte de deixar para depois”.

Você pode ficar chocado com o que vou lhe dizer agora, mas você precisa saber:

O seu cérebro está sempre tramando estratégias para você procrastinar.

Mas existe uma forma de você entender como isso funciona e principalmente resolver este problema na sua vida.

Quer saber como? Então continue lendo esse artigo…

A culpa por muita gente chegar no final do ano e não perder o peso que havia planejado, não ganhar tanto dinheiro quanto tinha colocado em suas metas, não ter feito a viagem que desejava, é em grande parte da PROCRASTINAÇÃO.

Aquela adiada na alimentação saudável para amanhã, a falta do orçamento financeiro que sempre é postergada, o famoso “na segunda eu começo”, tudo isso é fruto da procrastinação.

O pior que a procrastinação é fruto do nosso cérebro.

Ninguém tem preguiça simplesmente porque quer, mas porque existe uma força maior que te puxa pra baixo, te prende no sofá, na frente da tv, etc.

Vamos entender melhor.

Nosso cérebro tem como grande objetivo economizar energia para a própria sobrevivência, visto que ele sozinho gasta 30% da energia do nosso corpo todo.

Desta forma, por questão de priorizar a sobrevivência o cérebro encontra formas de te deixar sem vontade de fazer o que deveria fazer, na verdade distraindo você para fazer coisas que gastam menos energia.

Ficar na internet passivamente, gasta menos energia do que focar em um trabalho que exige raciocínio lógico e concentração

Em sua palestra no TED Talks, Tim Urban, explica de forma muito simples o que se passa na cabeça de quem costuma postergar tarefas.Ele usa como exemplo da procrastinação crônica a figura de um macaco, que só quer saber de fazer coisas fáceis e divertidas o tempo todo.

Como solucionar isso? Como vencermos a procrastinação?

Quando entendemos a razão principal do cérebro, ou a sua estratégia de operação para gerar a procrastinação, nós então ganhamos luz para encontrar uma saída.

O princípio do cérebro é:

Priorizar energia para as coisas mais importantes para a sua vida, para suprir as necessidades essenciais (Teoria de Maslow).

Sabendo disso, nós temos então duas estratégias básicas para resolver este problema.

1 – O primeiro e fundamental é aumentar a nossa energia física e mental, se aumentamos o nível de energia em nosso sistema(corpo), conseguimos utilizar mais energia para nossas atividades, desta forma o cérebro não precisará “regrar” tanto assim.

É o que eu sempre digo, gestão do tempo não resolve seu problema de procrastinação, gestão da energia sim.

Este é o primeiro passo, melhore sua qualidade física para ter mais energia para realizar o que deseja.

Do contrario, é como ter um ferrari sem combústivel, você não sairá do lugar, não adiantará ter uma máquina maravilhosa.

Se quando você está trabalhando em algo importante (que exige foco e disciplina) sente vontade a todo momento de “escapar” para as redes sociais, ou fazer algo mais “divertido e leve”, é um sinal de que seu cérebro está tentando economizar energia. 

Tome este primeiro passo, melhore sua energia, invista na qualidade da sua saúde.

Para produzir mais e melhor, você precisa respirar melhor, ter menos acidez em sua corrente sanguínea, dormir melhor, enfim, ter uma qualidade física melhor.

2 – A segunda estratégia é a que mostrar para o seu cérebro que aquela atividade é prioridade para a sua vida.

Quando você for realizar uma atividade, relembre-se de onde ela irá leva-lo, qual será o resultado a longo prazo.

Como esta atividade lhe trará mais segurança, conforto, alegria, qualidade de vida, uma vida melhor. (A pirâmide das necessidades de maslow)

Seu cérebro precisa sempre ser lembrado da prioridade biológica e emocional daquela atividade.

Desta forma ele irá “liberar” a energia necessária para você realizar a atividade.

Você já sabe o efeito devastador que a procrastinação pode ter na sua vida, 

Agora você também já entendeu o principal mecanismo por trás da procrastinação, desta forma você já conhece bem o inimigo.

Também aprendeu que deve fazer duas coisas fundamentais para mudar esta história:

1 – Melhorar a quantidade e qualidade da sua energia.

2 – Ensinar seu cérebro que aquela atividade que você tem que fazer é essencial para sua vida.

Você é o único responsável por suas escolhas e o único que pode fazer algo para mudar sua vida.

Ninguém, em absoluto, gosta de procrastinar ou sente orgulho de agir dessa maneira.

A boa notícia é que esse ciclo negativo começa a mudar agora em sua vida.

Se estiver na dúvida se vale a pena.

Pense em todas as vezes que você vive reagindo à situações urgentes, apenas apagando incêndios, impedindo que você viva todo seu potencial.

Lembre-se da frustração de todo final do ano você nem querer ver a lista de objetivos que ficaram apenas nos sonhos.

Decida e mude esta realidade.

Mas vá com calma e respeite seus limites.

Um hábito tão nocivo quanto o da procrastinação não muda da noite para o dia. É preciso ser realista e combatê-lo dia após dia.

Pelo menos comece a mudança.

O seu futuro está em suas mãos.

Você escolhe começar a alcançar seus sonhos hoje?

Ou vai deixar para amanhã?

Comenta abaixo como vai começar a mudar esta realidade, quais serão os primeiros passos? 👇👇👇

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.